17 junho 2012

secret thoughts #6

Sei que só vais ler isto daqui a uns bons tempos. Não tens acesso ao meu cantinho mas um dia vais ter, vais poder perceber o quanto eu gosto de ti, o quanto eu gostei de ti e vais perceber que nunca te menti, nunca disse nada por dizer e que quando dizia que te amava o sentia mesmo, com todo o significado da palavra. Desde sempre a acompanhar-te, desde pequena que te vejo a gatinhar, a sorrir para mim e a tentar pronunciar o meu nome. Iamos ao parque juntas. Foi contigo que eu tive uma infância, foste tu que me deste uma infância, que brincaste comigo ao faz de conta, que pegaste na minha mão e me pediste para eu nunca te deixar. Eu não suporto ter-te longe, não te poder abraçar, continuar a ver-te crescer e podes ter apenas cinco anos de diferença de mim mas eu irei sempre lembrar-me de ti como uma bebe frágil, aquela que eu tinha medo de pegar e que quando peguei pela primeira vez com a pouca força que os meus bracinhos tinham, sorri, sorri de felicidade, porque o meu mundo estava nos meus braços e pedi a toda a gente para recordar aquele momento. Eu adoraria continuar a vigiar-te, dar-te a comida na boca nem que já tivesses os teus vinte anos, saber da primeira vez em que te apaixonaste de verdade, saber quem ele era e porque razão te fez sentir radiante sempre que estava por perto, se por acaso te magoasse seria eu que ia lidar com ele, que o ia espancar ate não poder mais. Porque eu? Eu é que trataria de ti. Quer tu quisesses, quer não. Não tinhas escolha.
Lembro-me de saber que choraste porque te disseram na escolinha que não éramos "primas de verdade" - primas de sangue, aqui para os adultos - e que ficaste muito triste porque para ti, eu seria sempre mas sempre a pessoa de quem mais gostavas. Também me chamavas "melhor amiga" sem quase nem saberes o significado da palavra. Quando fizeste um trabalho na escola perguntaram a todas as meninas e meninos da tua classe com quem é que se identificavam mais, de quem é que gostavam mais e toda a gente apontou para uma menina(o) da turma mas tu não, disseste que a tua não estava presente e que era eu, era eu a pessoa de quem tu gostavas mais. E se tu soubesses as lágrimas que me caem sempre que ouço falar de ti, da tua evolução que neste momento, pelos meus lados, anda desconhecida. Não sei de ti, não consigo saber nada a teu respeito. Apenas tenho hipóteses se falar com a tua mãe mas como sabes estou muito magoada com ela. Ela tirou-te do meu lado, não me permitiu ver-te crescer, ver-te amar e chorar de amor, casar, ter filhos... E isso doí tanto e vai doer ate não saber do teu paradeiro. Acreditas que mal sei por onde andas? E oh, antes a tua casa era tão perto da minha. Dava-te boleia todos os dias para a escola e todos os dias, depois de eu sair do carro para ir para a minha escola a minha mãe contava-me sobre tudo o que disseste sobre mim, sobre o bem que disseste a meu respeito, a maneira magnifica a que falavas de mim. E nunca mas nunca te calavas. Não tens culpa, não tens culpa de nada disto mas eu também não e estou a sofrer, a sofrer sem ti. Volta, volta para mim e acredita que eu nunca mais vou permitir que te levem de mim.

                                  amo-te muito
        

34 comentários:

martabg disse...

oh grd! está lindo, amo-te

martabg disse...

oh grd! está lindo, amo-te

nês disse...

de nada amor!

addy ♥ joão disse...

está mesmo mesmo lindo *.*
esta tudo bem princesa?:X

CAROLINA DURÃES disse...

se era bom terem pouca diferença de idades ...

Raquel disse...

Adorei o teu blog :) sigo *

Rita . disse...

AMEI .
não é exagero, é realidade ;)

addy ♥ joão disse...

tens certeza princesa?

Raquel disse...

Oh que querida :) Obrigada *

- Susana . disse...

gosto!

CAROLINA DURÃES disse...

óh, ainda bem :)

Rita . disse...

claro q é a sério princesa :)

Rita . disse...

claro q é a sério princesa :)

mafalda. disse...

obrigado minha querida, irei seguir de volta :)

Tânia Gonçalves ☮ disse...

ou sim <3

disse...

ai, está lindo! oh, então fala princesinha, fala. Sabes que comigo estás à vontade!

Inês Geraldes disse...

O que se passa? Tenho andado longe de ti...

mariananunesr ♥ disse...

:D

dianadíaz ! disse...

sem problemas pita linda :)

Inês Geraldes disse...

Obrigada princesa! E eu de ti. <3

Catarina F ;) disse...

Esta mesmo lindo *.*, espero que estejas bem....;s
Gostei do teu blog e sigo ;D*

mafalda. disse...

eu linda? nada disso meu doce :)

Raquel disse...

Oh, obrigada mas ele está tão simples :)

addy ♥ joão disse...

mas porque princesa? :S

Catarina F ;) disse...

Oh, espero bem que fiques mesmo querida ;s E infelizmente não posso ajudar muito, mas desejo-te muita força mesmo ;) Obrigada eu por seguires ;D*

disse...

a

disse...

a

Inês Geraldes disse...

O rapaz de quem eu gosto e a namorada acabaram há uns tempos... e nós, ou estamos muito próximos, ou estamos mais afastados, sexta estivemos mesmo muito próximos, agora não sei... oh!

Nina disse...

Há uma saudade enorme em nós, sobretudo das pessoas que permearam nossa infância. Almas afins. Espero um reencontro futuro, para felicidade de ambas. Abraços.

Marina Torres disse...

Porque é que vocês estão longe uma da outra?
Está lindo e ela deve ter muito orgulho em ti, tal como tens por ela! :)

disse...

de nada princesa

mafalda. disse...

oh minha querida, achas?

mafalda. disse...

achas minha linda?

nicolemorais disse...

coragem, pequena!