06 agosto 2013

Já olhaste bem para ti?


Nada nítido. Observo os meus pulsos de veias vincadas e sinto que preciso de ti para relaxar. Punhos ferrados, unhas cravadas na pele. Nada sinto. Vozes por todos os lados. Umas mais violentas que as outras e é a tua que procuro, acalmas-me. Nada vejo. Entre multidões, apenas um sorriso. O meu, esperança de te encontrar por mero acaso pelas ruas. Tu nada. Nem te ouço, parece impossível. Até do meu coração tens tendencia a fugir. E não me gritem, o coração bate depressa, os cabelos tapam-me a realidade, as pernas tremem. Desejo. Desejo tudo. Tudo, tu. Reflito e acendo um cigarro, cá dentro o mundo parece prático mas a complicação começa quando não sabes por onde ir. As voltas que o meu pescoço dá. As voltas que eu dou. Mas não saio do mesmo sitio. Tenho uma necessidade estranha de me tocar, de me sentir, saber se sou real e se é possível procurar tanto por quem não quer ser encontrado. Tu. Não me grites. E aquele ali ao fundo que julga o meu coração amargo, cala-te um bocadinho. O ar entra, o ar saí. Por onde andas? O fumo trás-me recordações tuas. Cabeça apoiada mas desorientada. A brutalidade do amor dá comigo em doida.

16 comentários:

Sentimentos Incontrolados disse...

Como estás pequena?

Sentimentos Incontrolados disse...

É uma merda quando nos sentimos assim. Espero que os consigas de volta e rápido, doce.

Rosinha disse...

A forma como tu escreves é que dá comigo em doida. Tu és mais que linda e não deixes que ele te faça sentir que não o és. É o que ele anda a fazer e não deve. E, acima de tudo, não te eaquecas: I see your true colors and that's why I love you. <3

andrii disse...

Como é que consegues escrever expressando tão bem os sentimentos e as emoções? As sensações, os pensamentos... é brutal, nu e cru. roça a perfeição, garanto-te. <3

andrii disse...

Eu acho que tu não tens bem a noção da qualidade da tua escrita, princesa! Tens um dom, um dom que não pode ser desperdiçado. Posso falar com desejo e ter sexo escrito por entre as palavras, mas tu... tu hipnotizas-me, acredita em mim! <3

teixa pinto disse...

Escreves tão bem! Está tudo bem por aí?

inês disse...

Oh! Este texto!!! Parabéns, expressaste o que sentias de um modo fantástico, bolas, fiquei mesmo embasbacada!
um beijo

han disse...

intoxicante, adoro.

*AM* disse...

Profundo!

Sentimentos Incontrolados disse...

É uma merda mesmo. Mas as coisas vão ao sítio, vais ver.

teixa pinto disse...

Também querida :)

Pensando com Arte disse...

Que esmagar de sensações, que coisas bonitas apesar de frias!!

Parabens,
pensando com arte,
espero opinião <3

andrii disse...

não precisas de me agradecer, princesa. sorri, simplesmente. dou-te toda a música que puder, meu amor! <3

inês disse...

Olá querida,tenho dois selos para ti no blog,um beijo com amor inês.

Cláudia Ribeiro disse...

Estou bem querida e tu?
Estive fora .. . (:

Sentimentos Incontrolados disse...

Preciso mais do que palavras...