24 maio 2015

Atreve-te. A olhar duas vezes. Senta-te e não temas em sentar todos os que estão à tua volta. Os que passeiam... Deita-os. Apressa-te a mante-los parados. E andam, vaguiam porque a mente não está aqui mas o corpo não podia estar mais mas podia estar melhor. Partilha-te. Deixa-te ouvir mas não te expliques. Não deixes que digam. Não te comentes e observa. Relaxa. A vida não são claramente 2 dias e repito-me. Tens tempo. Estás cheia de tempo.

1 comentário:

nês disse...

Se as palavras fossem silêncios estaria-mos cheio de vida e em vez de termos tempo o tempo não chegaria para expressar o que passaria nas nossas cabeças. Repito se a vida fosse silêncio, ai se o fosse...