11 dezembro 2014

Um sentimento de leveza abraça-me e não rejeito. Não falo porque não quero agitar átomos - é uma revolução desnecessária quando nos lembramos de mandar bitates. Eu mando-te a ti. Ou vais sozinho? Nem tanto, nem tanto.

1 comentário:

dan ❀ disse...

sentirmo-nos despreocupadas com tudo, depois de um turbilhão de sentimentos e emoções é do melhor